Receba nossa Newsletter

Festa iluminada no Centro do Rio

21 de dezembro de 2011

Centenário prédio da Light servirá de cenário para Projeção Mapeada

Evento marca o início da segunda edição do projeto Animando a Rua Larga

Nas noites de hoje e amanhã a fachada do histórico prédio da Light, na Avenida Marechal Floriano, servirá de base para um moderno espetáculo de luz, som e movimento.  Ao exemplo do que aconteceu em maio, na Igreja de Santa Rita, a fachada será usada como pano de fundo para a projeção tridimensional de imagens que ajudarão a mostrar a beleza do prédio, referência na arquitetura do Centro do Rio. A Projeção Mapeada marcará o início da segunda edição do projeto Animando a Rua Larga e o encerramento das comemorações pelo centenário do prédio sede da Light.

As projeções em alta definição, desenvolvidas pela produtora SuperUber, dos artistas Liana Brazil, Russ Rive e Marcelo Pontes, aliam arte e tecnologia através de um software criado especialmente para esta apresentação. “A fachada do prédio centenário ganhará movimento, se transformando em uma verdadeira arquitetura viva”, explica Liana.  Cores, grafismos, animações e texturas serão utilizados para brincar com a volumetria do edifício. As projeções terão início às 20h30 e acontecem até às 22h.

Animando a Rua Larga – criado em 2010 para promover a revitalização cultural da Avenida Marechal Floriano e adjacências, o projeto contará com novo cronograma de eventos nesta segunda edição.  Após a Projeção Mapeada na fachada do prédio da Light, o Animando a Rua Larga terá continuidade entre abril e junho, com visitas guiadas pela região e o lançamento do Jornal Cultura e Cidadania, que será encartado em quatro edições da Folha da Rua Larga.

Detalhes:

Animando a Rua Larga – Projeção Mapeada de Natal na fachada do prédio da Light

Datas: 21 e 22 de dezembro, quarta e quinta-feira

Horário: das 20h30 às 22h

Local: Avenida Marechal Floriano, 168 – Centro (em frente ao prédio da Light)

Camerata Natalina realiza concerto gratuito hoje no Largo da Carioca

A Camerata Natalina se apresenta hoje gratuitamente no Largo da Carioca. Há onze anos o conjunto formado por Cristina Braga, Wanda  Eichbauer e Silva Braga (harpas),  Igor Levy (flauta), Ricardo Medeiros e Ricardo Candido (contrabaixos),  Marcelo Coutinho (barítono) e  Nadja Daltro (soprano) se reúne para entoar melodias natalinas.

“Seguimos uma linha utilizada por Villa-Lobos em algumas de suas peças sacras. O etéreo expressando o divino com seus generosos harmônicos e tempos. Eles evocam a atmosfera ao mesmo tempo meditativa e alegre desta época do ano”, pontua a harpista Cristina Braga.

Repertório

Jesus Nasceu (Haendel) / Adeste Fideles (Anônimo) /O Primeiro Natal (Tradicional Inglês)/ Greensleeves (Tradicional Inglês) /O Dom Perfeito (Bach) / Panis Angelicus (Cesar Franck)/Ave Maria (Bach/Gounod) /Alegria de Natal (Tradicional de Gales) /Ave Maria (Schubert) / Gloria (Tradicional de França) Bach / Dezembro (Tradicional da Catalunha) / Noite Feliz (Grúber).

Músicos

CRISTINA BRAGA – primeira harpista da orquestra do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e professora de harpa da Escola de Música da UFRJ.

WANDA EICHBAUER – professora de harpa da Escola de Música da UFRJ. obteve vários prêmios em seu instrumento, entre eles no Quarto Concurso Internacional de Israel.

SILVIA PASSAROTO BRAGA – primeira harpista do Theatro Municipal e integrante das orquestras Pró-Música da Petrobrás e Sinfônica Brasileira. Ganhou diversos prêmios, entre os quais o de Jovens Concertistas.

IGOR LEVY – flautista e professor no Mosteiro de São Bento, e da Escola de Música da UFRJ, no Rio de Janeiro, e em Florianópolis.

RICARDO MEDEIROS – contrabaixista da Orquestra Sinfônica Nacional da UFF, é mestre em Música Contemporânea pela Universidade de Londres e em Composição pela UFRJ. Produtor e arranjador, é o responsável pelos discos e espetáculos de Bia Bedran.

RICARDO CÂNDIDO, primeiro contrabaixista das orquestras Pró-Música da Petrobrás e do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

NADJA DALTRO – A soprano foi integrante do corpo artístico do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Entre suas atuações na ópera destacam-se papéis importantes em “La Boheme” e “Gianni Schichi”, de Puccini, “Elektra”, de Strauss, e outras.

MARCELO COUTINHO – Barítono graduado pela Escola de Música da UFRJ começou seus estudos musicais aos oito anos no coral dos Canarinhos de Petrópolis. Atualmente, é responsável pela direção musical das versões brasileiras das animações da Walt Disney.

  • Siga o Instituto Cidade Viva no Twitter!

Você tem algo a dizer?

Seu e-mail NÃO é publicado e nem compartilhado com terceiros.
Campos obrigatórios estão marcados com *