Receba nossa Newsletter

Planos Estratégicos

Fóruns de Cultura (1988/2005)

Categoria: Planos Estratégicos

Estado do Rio de Janeiro e de Minas Gerais – 1988 a 2005

19 fóruns estaduais – 40 encontros regionais

Os fóruns de cultura foram a base para a criação da Engenharia Cultural e do Instituto Cultural Cidade Viva. Nesses encontros, que reuniam agentes culturais públicos e privados para troca de experiências, foram construídos os alicerces da metodologia celular utilizada no Programa Empreendedor Cultural – SEBRAE. Este conhecimento serviu para implantação do Programa Empreendedor Cultural e dos Polos de Turismo Cultural. Os resultados desses encontros são ainda utilizados na montagem de políticas públicas municipais e de Estado. Algumas conquistas dos Fóruns de Cultura: criação do primeiro fundo municipal de cultura do país (Petrópolis/RJ e Resende/RJ) e de diversos conselhos de preservação do patrimônio, que protegeram inúmeros bens históricos no Rio e em Minas Gerais; promoção e transformação de antigas estações ferroviárias em centros culturais; edição de diversas leis municipais de incentivo à cultura que estabeleceram um mínimo de 2% dos orçamentos municipais para a cultura. Dezenas de projetos foram viabilizados através desta integração.

Parcerias: Petrobras, SEBRAE/RJ, Light e Fundação Cesgranrio.

 

Plano de Revitalização do Park Hotel (2004/2005)

Categoria: Planos Estratégicos

Friburgo, Rio de Janeiro

Elaboração do plano de revitalização do prédio projetado pelo arquiteto Lúcio Costa. Imóvel tombado pelo IPHAN/MINC. Marketing Cultural: Engenharia Cultural.

Coordenação: Instituto César Guinle. Parceria: SEBRAE/RJ.

 

Plano de Marketing Sociocultural TCO / NBT (2001/2003)

Categoria: Planos Estratégicos

Elaboração do primeiro Plano de Marketing Sociocultural do país, para a Tele Centro-Oeste Celular e Norte Brasil Telecom (hoje Vivo), que definiu os critérios de patrocínio na área da Cultura e do terceiro setor destas empresas, com atuação em 12 estados brasileiros.

Realização: Engenharia Cultural. Patrocínio: TCO e NBT.

 

Plano de Marketing Cultural – Filme “Villa Lobos – Uma Vida de Paixão” (1997/1998)

Categoria: Planos Estratégicos

Elaboração do plano de marketing cultural e captação de recursos – engenharia cultural – para viabilização do filme, dirigido por Zelito Vianna, sobre a vida do músico e compositor Villa-Lobos. Produção: Mapa Filmes (Rede ICCV Brasil).

Patrocínio: PETROBRAS, via Lei Rouanet.

 

Plano de Engenharia Cultural – Coleção Tupinambá de Moda Praia (2003)

Categoria: Planos Estratégicos

Região dos Lagos, RJ

Construção de um plano de engenharia cultural envolvendo pesquisa e resgate histórico do simbolismo dos índios Tupinambás que viveram na região de Cabo Frio/RJ. Transferência desse conhecimento para a figurinista, que criou a Coleção Tupinambá de Moda Praia, em seguida produzida por um grupo de confecções locais selecionadas. Após lançamento da coleção no Fashion Rio, foi criada a cooperativa Pau Brasil, que passou a exportar seus produtos. Coordenação da Pesquisa: Márcio Werneck (Rede ICCV Brasil).

Realização: SEBRAE/RJ.

 

Plano de Marketing Cultural – Filme “O Toque do Oboé” (1998)

Categoria: Planos Estratégicos

Elaboração do plano de marketing cultural e captação de recursos – Engenharia Cultural – para viabilização do filme dirigido por Cláudio MacDowell (Rede ICCV Brasil). O filme recebeu os prêmios HBO Brasil de Cinema 97, Resgate do Cinema Brasileiro, do Ministério da Cultura, e Hubert Bals Fund, no Festival de Rotterdam-Holanda.

Patrocínio: Petrobras.

 

Plano de Engenharia Cultural – Instituto Cultural Cesgranrio ICC (1993 a 1996)

Categoria: Planos Estratégicos

Rio de Janeiro, RJ

Elaboração do plano de engenharia cultural para a Fundação Cesgranrio e consultoria para implantação do seu Instituto Cultural, através da Engenharia Cultural, com o objetivo de desenvolver projetos integrados de cultura e educação. O ICC criou a Comissão de Cultura Cesgranrio, formada por representantes de empresas patrocinadoras e personalidades do Rio de Janeiro, o que possibilitou o desenvolvimento de diversos projetos. Além disso, e fruto do trabalho, elaborou o Plano de Marketing Cultural para viabilização da peça de teatro “Mulheres de 30” (1995), dirigida por Domingos de Oliveira, para a qual obteve patrocínio do Banco Bandeirantes, e realizou, entre outros eventos, trinta apresentações musicais no auditório da sede da Fundação Cesgranrio.

Realização: Fundação Cesgranrio.

 

12