Receba nossa Newsletter

Realizações

São João Marcos (2011)

Categoria: Publicações

Peculiar história da cidade fluminense, potência cafeeira, tombada, destombada e demolida na era Vargas, redescoberta hoje como patrimônio histórico e ambiental nacional.

O livro busca esclarecer os episódios que culminaram com o desaparecimento de uma das cidades mais importantes do Ciclo do Café.

Concepção: Instituto LIGHT/Mozart Vitor Serra.

Patrocínio: LIGHT, Secretaria de Estado de Cultura RJ – Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

 

Gestão Cultural

Categoria: Cursos de Gestão Cultural

Desde 1997, a Engenharia Cultural e o Instituto Cultural Cidade Viva vêm oferecendo cursos de formação em gestão cultural para o mercado brasileiro. Todas as realizações apresentadas neste Perfil geraram um conhecimento precioso, uma metodologia que se renova de forma contínua, que consideramos fundamental difundir para todos. Ao fortalecer o mercado da arte e da cultura estamos ampliando nosso espaço de trabalho.

Nossos cursos transmitem conhecimento de como uma ideia na área sociocultural poderá transformar-se em um bom projeto para ser apresentado no mercado e de como esta ação poderá tornar-se realidade.

Como representado no diagrama, o programa do curso percorre em detalhes todo o ciclo da produção cultural adaptando-o a cada caso, a cada segmento cultural e a cada atividade.

Nossa metodologia, que pode ser aplicada tanto no menor e mais distante município deste país, assim como em grandes capitais, incorpora valores de uma típica área rural ou de uma comunidade de baixa renda. Absorvendo as questões locais, as particularidades e dificuldades.

Esse trabalho, já aplicado em 12 estados brasileiros, principalmente em cidades do interior, gerou muito conhecimento. Montamos um extenso banco de experiências de sucesso, de oportunidades de mercado e de formas inteligentes de se trabalhar arte e cultura, em interface com outros setores de desenvolvimento, como turismo, meio ambiente, educação, gastronomia, artesanato, urbanismo, ciência e tecnologia, lazer e o terceiro setor.

Os cursos fornecidos pelo ICCV levam em consideração as ideias, projetos e demandas dos alunos, fornece consultoria técnica específica para cada caso e seus instrutores, ao longo da convivência, adequam seus programas às necessidades apresentadas.

Os temas se inserem nas áreas do Ciclo da Produção Cultural: criação, planejamento e mercado. Seus conteúdos abordam desde a inspiração e construção de uma ideia que, pesquisada, se transforma em projeto, até a elaboração de uma estratégia para conquistar parceiros e se viabilizar como um produto relevante no mercado, atingindo, portanto, um público específico, que inspira a realização de novos trabalhos.

 

Museu do Botafogo

Categoria: Planos Estratégicos

Projeto de implantação do Museu do Botafogo, em sua sede histórica, situada na Rua General Severiano. O trabalho contempla arquitetura, design, museografia, tecnologia e estudo de sustentabilidade econômica para a operação do espaço.

Realização: Botafogo de Futebol e Regatas e ICCV.

Coordenação: Caio Mario Mutz (Rede ICCV Brasil).

Projeto e Curadoria: Caio Mario Mutz, Jair de Souza e Hugo Sukman.

Patrocínio: Souza Cruz.

 

Acervo Documental da Secretaria de Patrimônio da União

Categoria: Planos Estratégicos

Concepção do projeto de higienização, identificação, restauração, catalogação e digitalização do Acervo Documental da SPU/RJ e implantação de áreas para atendimento a consultas e pesquisas.

O acervo possui documentos desde 1732, de suma importância nas demandas de questões patrimoniais do Rio de Janeiro e do país.

Realização: SPU – Secretaria de Patrimônio da União e ICCV.

Patrocínio: SEBRAE/RJ.

 

Museu Brasil da Cachaça

Categoria: Planos Estratégicos,Projetos

Concepção e planejamento da criação do Museu Brasil da Cachaça. O processo envolveu uma equipe multidisciplinar, composta de museóloga, designer, especialistas no produto, profissionais de tecnologia e economia. O trabalho final contempla um plano completo de implementação, com estudo de conteúdo, museografia, arquitetura e autossustentabilidade econômica.

Realização: ICCV.

Coordenação Geral: Maria Lucia Jardim.

Patrocínio: SEBRAE/RJ.

 

Usina do Catete – Museu da República

Categoria: Patrimônio Cultural e Ambiental

2013 • Rio de Janeiro, RJ

Restauro da primeira usina elétrica do Rio de Janeiro e seus painéis de controle, criando mais um espaço de visitação nos jardins do museu. Faz parte do novo complexo edificado um bistrô, com exposição de fotos de Marc Ferrez, mostrando o jardim histórico em sua configuração original.

Realização: Museu da República, Instituto Brasileiro de Museus – IBRAM e Ministério da Cultura – Governo Federal.

Patrocínio: LIGHT e Secretaria de Estado de Cultura RJ – Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

 

Animando a Rua Larga

Categoria: Patrimônio Cultural e Ambiental

desde 2007 • Centro, RJ

Avenida Marechal Floriano, cercanias e Zona Portuária

Área histórica, berço empresarial e cultural da cidade do Rio de Janeiro

Consultoria para revitalização e reordenamento da região da Rua Larga. Apoio para criação da Associação Polo Empresarial da Região da Nova Rua Larga. Pesquisa histórica e mapeamento dos imóveis tombados e com potencial de preservação e uso. Montagem do seminário “Arrumando a Casa”, para debate dos problemas e soluções locais. Edição do Mapa Pictográfico da região.

Elaboração de pesquisa histórica e iconográfica e implantação de um circuito com visitas guiadas e oficinas de história sobre a região. Criação e produção de um calendário cultural com a realização de Cantata de Natal na fachada do Colégio Pedro II, bailes no Beco das Sardinhas (quatro edições), exposição itinerante sobre a importância da Rua Larga (Central do Brasil, Centro Cultural Light e Metrô Rio), projeções temáticas em fachadas históricas e intervenções urbanas.

Realização: Instituto LIGHT.

Patrocínio: LIGHT e Secretaria de Estado de Cultura RJ – Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Parcerias: Engenharia Cultural, Polo Região Portuária, CEDURP, empresários, moradores e entidades que atuam na região da Rua Larga.

 

Guia Cultural do Vale do Café

Categoria: Turismo Cultural

Uma das regiões mais importantes do Brasil no século XIX, o Vale do Café, no sul-fluminense, é muito mais do que uma ocorrência geográfica e sócio-econômica com expressivo percentual do PIB Brasileiro. A região é hoje uma potência em atrativos culturais e turísticos e mantém a essência de uma época que não morrerá nunca, com sua cultura popular, sua culinária, suas fazendas históricas, natureza exuberante e personagens únicos. Ao folhear as páginas do ‘Guia cultural do Vale do Café’, o leitor embarcará em uma deliciosa viagem pela tradição e a história desta região que sustentou a riqueza nacional durante décadas.

O ‘Guia cultural do Vale do Café’ é  distribuído gratuitamente pelas secretarias de turismo da região, nas sedes dos atrativos mapeados, e através do site da Editora Cidade Viva. A publicação reúne 114 verbetes distribuídos por 168 páginas com textos e fotos, separados por 4 regiões, dentro das seguintes categorias: (1) Espaços Culturais e Expressões Artísticas, (2) Artesanato e Produtos Típicos, (3) Fazendas Históricas e Hospedagem, (4) Cafés, Bares e Restaurantes Temáticos, (5) Personagens Cativantes e (6) Outros Atrativos. No final, há ainda um calendário com os principais festejos da região.

 

Clique aqui e faça o download gratuito da publicação!

 

Guia Cultural do Vale do Café

Categoria: Publicações

Uma das regiões mais importantes do Brasil no século XIX, o Vale do Café, no sul-fluminense, é muito mais do que uma ocorrência geográfica e sócio-econômica com expressivo percentual do PIB Brasileiro. A região é hoje uma potência em atrativos culturais e turísticos e mantém a essência de uma época que não morrerá nunca, com sua cultura popular, sua culinária, suas fazendas históricas, natureza exuberante e personagens únicos. Ao folhear as páginas do ‘Guia cultural do Vale do Café’, o leitor embarcará em uma deliciosa viagem pela tradição e a história desta região que sustentou a riqueza nacional durante décadas.

O ‘Guia cultural do Vale do Café’ é  distribuído gratuitamente pelas secretarias de turismo da região, nas sedes dos atrativos mapeados, e através do site da Editora Cidade Viva. A publicação reúne 114 verbetes distribuídos por 168 páginas com textos e fotos, separados por 4 regiões, dentro das seguintes categorias: (1) Espaços Culturais e Expressões Artísticas, (2) Artesanato e Produtos Típicos, (3) Fazendas Históricas e Hospedagem, (4) Cafés, Bares e Restaurantes Temáticos, (5) Personagens Cativantes e (6) Outros Atrativos. No final, há ainda um calendário com os principais festejos da região. 

 

Clique aqui e faça o download gratuito da publicação!

 

Engenharia cultural – Como transformar ideias em projetos e projetos em realidade (2012)

Categoria: Publicações

A metodologia Engenharia Cultural é apresentada ao longo das 144 páginas da publicação, como um instrumento eficiente na viabilização de projetos. O livro apresenta oportunidades de negócio do mercado cultural e suas interfaces com outros setores, como o turismo, a área social, a educação e o meio ambiente.

Portella orienta também artistas e produtores culturais para a superação de dificuldades comerciais: “O mercado é um lugar de trocas. Portanto, troque sua arte por recursos para fazer mais arte, sem aviltar a criação”.

Autoria: Fernando Portella.

Realização: Editora Cidade Viva.

 

123